Arquivos

Novembro 2012

Dezembro 2011

Janeiro 2011

Novembro 2010

Abril 2010

Março 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Março 2007

Twitter Feed


follow davidfonseca at http://twitter.com
Sábado, 23 de Fevereiro de 2008

On The Road: Braga



Esta digressão já nos levou a teatros lindíssimos, mas nenhum é comparável ao Theatro Circo de Braga. Arrisco mesmo a dizer que é o sítio mais bonito onde toquei em toda a minha  vida, uma sala encantada vinda de um outro tempo que não o nosso. A sala cheia e entusiasmada sob as luzes de palco e da bola de espelhos gigante é uma imagem que vai ficar comigo durante muito tempo. Um dos melhores concertos desta tour, sem dúvida nenhuma.


Mas comecemos pelo princípio...

 



À porta do restaurante onde almoçámos, o resquício do dia dos namorados ainda se fazia sentir. Gosto da confusão temática destes autocolantes onde tudo é cruzado no mesmo contexto, a mensagem do amor misturada com a proibição tabágica.


 



A viagem foi longa, o que permitiu um pouco de tudo. De conversas técnicas sobre pedais de guitarra a pequenas sestas improvisadas em cima de camisolas dobradas, tudo é válido. Se houvesse um prémio para a banda mais nerd de Portugal, a nossa estaria na corrida para os lugares cimeiros. Um dos pontos altos ocorreu quando pedi um cabo USB ao Ricardo Fiel (que estava sentado mesmo à minha frente) não através de um som ou palavra, mas sim através do Messenger. Como diria a minha avó, é o Apocalipse, está perto.




Antes do espectáculo, o ambiente era de euforia. Acho que todos vimos aquela sala como um sítio especial e que iria ajudar-nos a fazer desta noite algo de diferente. E foi mesmo isso que aconteceu.




 


Imediatamente antes de entrar em palco, cruzei-me com o staff do teatro, aqui a contar os bilhetes da noite. Não via uma cena destas a processar-se desde 1998, onde eu próprio acabei a noite a contar bilhetes numa discoteca algarvia. A boa disposição imperava aqui também e fotografei-os para a posteridade.


 


E sim, são mesmo as maçanetas da porta de entrada do teatro.


 


Depois de tudo terminado, tive oportunidade de conhecer algumas das pessoas que tinham estado no teatro nessa noite e de reencontrar outras, como estas raparigas que conheci noutra ocasião. Não resisti a fotografá-las com as t-shirts alusivas aos temas do disco, feitas pelas próprias.




Fiquei contente de saber que os pins voltaram a estar na moda, eu que percebo muito pouco dessa coisa a que chamam “tendências”. Eu tendo sempre a vestir a mesma coisa, no matter what, mas é bom ver um dos adereços da minha adolescência voltar em grande.




A certa altura, alguém me pede para eu escrever alguma coisa para alguém que não estava presente e tira este bloco do bolso. Senhoras e senhores, é a isto que se chama coragem. Exibir sem qualquer pudor um bloco de notas pessoal que fale do síndroma do intestino irritável não é para todos, só para os destemidos. É certo que a conversa tomou um rumo inesperado, mas outra coisa não seria de esperar.




Já no final da noite, ainda havia t-shirts alusivas a canções. Aqui está mais uma orgulhosa autora de um fashion statement.


Uma hora depois, encontrei-me com a minha banda numa discoteca em Braga. Apesar das discotecas em geral não serem um dos meus sítios preferidos para estar, valeu pela frase da noite. Um rapaz dirigiu-se a mim e, depois de confirmar a minha identidade, disse-me com uma confiança desmedida: "Epá David, eu sou teu ídolo!". Provavelmente ele não se lembrará de o ter dito, mas eu nunca me esquecerei.


Durante todo o dia, uma canção rodou mais que todas as outras. Apesar de não ser um apreciador extremo do trabalho deste senhor, esta canção é já uma das maiores do ano. Uma daquelas que abanam o ouvinte de forma brusca e emocional.  E como se não bastasse, um vídeo magnífico a acompanhar, ora vejam lá:



"I promise you will get old
I promised you everything
To protect you wherever you go
I'll give you this diamond ring

Just promise you will remember
A promise should last forever
Right up to the dying embers
Of a fire that burns so slow

It's a different day everyday
Don't want you to walk alone
But how long we carry on
When all of these things have gone

Just promise you will remember
That promises last forever
Still after the last dying embers
Of a fire that burns so slowly

It's a beautiful thing to do
Sometimes you just have to walk away
Remember I do love you
Have courage in what you say

And promise you will remember
That promises last forever
Still after the dying embers
The fire that burns so slowly

And sometimes you just have to walk away
Sometimes you just have to walk away
Wishing today was yesterday
Yeah, sometimes you just have to walk away"

Promises, Badly Drawn Boy
davidfonseca às 02:51
link
55 comentários:
De Marta a 23 de Fevereiro de 2008 às 10:38
Uau, realmente o Theatro Circo é lindo, deve ser fantástico lá estar. Tenho muita pena de não ter sido o meu caso, mas ao menos os teus posts fazem-nos sempre ficar com um gostinho de como foi todo o ambiente :)

Ok, pedir um cabo usb pelo messenger, quando o Fiel estava mesmo à tua frente... não vou fazer mais comentários... lol primeiro lugar para "a banda mais nerd" assegurado, não consigo imaginar nada mais nerd que isso! E olha que eu estou num curso bastante nerd, tenho experiência do assunto... :P

Com o risco de estar a cometer uma heresia... não conhecia a música que "postaste", mas gostei bastante! Obrigada pelas sugestões musicais que nos vais dando!

Beijinhos!
De Marta a 23 de Fevereiro de 2008 às 09:42
Infelizmente não pude ir ver o teu concerto. Depois de ler o post, a vontade de retroceder no tempo ainda foi maior! E que tal voltar a Braga? O Theatro Circo voltaria a encher-se para te ouvir cantar. Pensa nisso.. e tenta encontrar outra vez o "teu ídolo" :p

Bons concertos e muita música! (eu agradeço ^^ )
De fromlightime a 23 de Fevereiro de 2008 às 03:59
Lindo, muito lindo mesmo, o concerto foi bommmmmmmmmm, e a tua confuguração do mesmo ainda melhor, como diria o nosso irmão eterno Fernando Pessoa, nada melhor que recordar as saudades depois de as sentir, a beleza é tão simples, quando a queremos observar depois de a chorar.
Já agora qual é a ultima imagem do post? não se consegue visualizar.

Beijo
fromlightime

Comentar post