Arquivos

Novembro 2012

Dezembro 2011

Janeiro 2011

Novembro 2010

Abril 2010

Março 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Março 2007

Twitter Feed


follow davidfonseca at http://twitter.com
Sábado, 26 de Abril de 2008

The Lightning and The Roar



Duas semanas depois do Coliseu de Lisboa, a normalidade volta lentamente aos dias...Foram momentos muito intensos, a preparação do espectáculo, os pormenores, os ensaios, as filmagens, tudo a uma velocidade vertiginosa e intensa. O mês que precedeu o dia 12 de Abril de 2008 pareceu uma montanha russa de acontecimentos e  pouco tempo deixou para blogs e afins. Não tirei uma única fotografia durante todo o processo, o que para um viciado em imagens como eu é algo surpreendente.




O concerto foi tudo aquilo que desejei e muito mais...arriscámos em muitas coisas e a resposta que tivémos dos presentes foi avassaladora. Apesar de termos estado no palco mais de duas horas, pareceu-me que tudo aconteceu num estalar de dedos...time flies when you’re having fun ! Vou guardar muitas coisas deste dia durante muito tempo, assim como muitos pormenores da preparação deste espectáculo. A sensação de apagar as luzes a deitar-me numa cama em pleno palco, as vozes em coro em temas que nem sequer estiveram no espaço radiofónico, quatro mexicanos com uma alegria contagiante, a viagem de metro que fizémos três dias antes do concerto envergando as roupas de um certo sonho que acabaria por acontecer em palco. Estas e muitas coisas que ainda hoje me vão ocorrendo nos momentos de silêncio, como se ainda houvesse muito dessa noite que ainda não emergiu na minha memória.

 

 



Obrigado a todos os que estiveram no Coliseu no dia 12 de Abril de 2008. Podiam ter ficado em casa a comer gelados ou a empilhar lenha, mas decidiram fazer a festa connosco. É algo que também não esquecerei.


Podem ver muitas e boas fotografias do dia aqui, aqui e aqui.


Entretanto a tour continua um pouco por todo o lado (consulta todas as datas AQUI) e tem sido uma surpresa constante. Já passámos por São Miguel e por Odemira e, no momento em que vos escrevo, estou a horas de mais um concerto em Aveiro. O calor que se fez sentir hoje deixa adivinhar uma festa logo à noite, este é um daqueles sítios que estava no meu mapa há muito tempo!


Deixo-vos com algumas coincidências e curiosidades dos últimos dias:

 

NANCY


Sentado no restaurante do hotel em S. Miguel para jantar, a música de fundo traz-me um som familiar. “Nancy (Let Your Hair Down For Me)” irrompe por um espaço que é normalmente ocupado pelos êxitos de sempre ou versões dos Beatles em Pan Pipes. A canção em causa está no disco “From Langley Park To Memphis” dos Prefab Sprout, o primeiro disco que ouvi da primeira à última canção. Apesar de datada e algo deslocada do tempo, ainda sei cada palavra da letra. No entanto, não faço ideia do que jantei nesse dia.


 

Dentro do avião para o continente, carrego na tecla RANDOM do leitor de MP3 e, à terceira música, eis o que surge. Não recomendável para quem tem medo de viajar de avião, o que não é o caso. Ouvi a canção até ao fim e repeti a dose.

 

E está quase na hora do palco, até já!

 

davidfonseca às 22:08
link
47 comentários:
De Isabel Sousa a 18 de Julho de 2008 às 11:26
Devo confessar que não conhecia este blog, e também devo admitir que não fui ao concerto... Mas o que me prendeu neste post foi realmente a primeira foto (a preto e branco). Faz-me lembrar as fotos dos grupos dos maravilhosos anos 60, os Beatles e os Beatles (os outros também contam (Rolling Stones, a fabulosa motown e etc..) mas estes contam mais, pelo menos para mim)... Uma boa lembrança de um tempo que eu não vivi mas que adoro e quase venero, bem... venero mesmo. Para mim uma boa foto sem dúvida, que aliada à música de quem nela está presente se torna quase perfeita...
De Marisa a 8 de Junho de 2008 às 22:36
Foi sem duvida o melhor concerto que já vi até hoje!foi simplesmente especial do inicio ao fim!!! Será que vai sair o DVD?
Bjokas
De Patricia Neves a 21 de Maio de 2008 às 17:34
Olá! não sabia da existencia deste blog! Eu tive lá no coliseu e só tenho a dizer uma coisa...
Deve ser um dos melhores concertos que já fui até hoje...
adorei ja muitos concertos, tais como a Skin, Portishead.etce tc.. mas tu lá naquele palco deste uma coisa que nuncaaa tinha visto.. a alma..
Obrigada!
De fatima a 18 de Maio de 2008 às 15:16
OLA DAVID ADORO OUVIR-TE CANTAR, A TUA MUSICA E ENCANTADORA E A TUA VOZ E UNICA....MARAVILHOSA ,BEIJINHOS
De Bárbara Santos a 16 de Maio de 2008 às 16:18
Uma visão positiva da "coisa",é sempre preciso =)
De cvgois a 9 de Maio de 2008 às 19:22
Finaly had time to put down some words...
Great performance, and Miss RedShoes was a very pleasant suprise!
It was beautiful combination of colour, sound, n´emotion wrapped in to an incredible show!
De Lena a 8 de Maio de 2008 às 18:13
Oi David

Fui uma das pessoas que esteve nesse concerto memorável. Foi lindo desde o minuto que começou até ter saído do Coliseu. Algo que vou guardar com muito carinho na memória. Senti como se estivesse num sonho, o teu sonho. Não foi meramente chegar ouvir umas quantas musicas e pronto. Não, foi muito mais! Todos os pormenores que marcaram a diferença, as bolas de espelhos, as lanternas, os filmes, as bolas de sabão, os corações no final, tudo tudo estava de mais. Parabéns pelo concerto, foi mesmo muito bom.
Bjs

Lena
De Sofia a 4 de Maio de 2008 às 13:42
Olá David!

Tenho imensa pena de não ter podido estar no Coliseu na noite de 12 de Abril, e por tudo o que já ouvi falar dessa noite consigo imaginar que deve ter sido excelente! Mas estive em Aveiro na noite 26... Como disseste o dia estava quente e a noite prometia uma grande festa...e se muitas expectativas havia conseguiste superá-las a todas! Há muito que Aveiro ansiava por um concerto assim e ainda bem que esteve no teu mapa!
Gostei particularmente da versão da música de Phil Oakley, Together In Electric Dreams...
E o que guardo dessa noite é toda a energia do concerto, e a imagem final...We will always been together...

Felicidades
Sofia =D
De inês a 2 de Maio de 2008 às 23:53
Já tinha vindo perguntar por este post e agora que ele está cá nem sei o que escrever. O free access continua pendurado aqui à minha frente. E, ao mesmo tempo, que sinto pena por já ter passado. Sei que não podia ter sido melhor. Foi um concerto memorável, lisboa não o esquecerá.

Foi um orgulho enorme ver-te chegar tão longe e ter acompanhado a viagem. E, também, saber que a mesma está longe do fim. Dia 12 o coliseu rendeu-se, tanto os fãs há muito conquistados como os mais cépticos. No fim só se ouvia uma pergunta “quando é que isto sai em dvd?”

Enquanto não sai. Fica gravado na memória. As luzes no ‘song to the siren’, o rodopiar no ‘silent void’, o ‘kiss me, oh kiss me’ em cima do piano, as costas com costas no ‘hold still’, a disco, o telefone e a coreografia do público que no ‘dance’ do the 80’s erguia uma mão para o palco e no ‘you are a radio star’ erguia as duas de um lado para o outro. Ficam os vídeos, as histórias, os mariachi, as bolas de sabão, os corações, a cama, o sonho (e muito mais…) Mesmo quando as luzes se acenderam os sonhos ficaram. Obrigada!

Bons concertos nas queimas! E parabéns ao José Goulão, acompanho-o no fotolog e tem sempre as melhores fotografias.
De Isabel a 1 de Maio de 2008 às 23:40
Se algo tenho a lamentar foi não ter conseguido comprar os bilhetes para o concerto no Coliseu.
E todos os dias, ouvia na rádio Comercial que o concerto estava esgotadissimo, o que só aumentava a minha agonia por ser algo a que realmente gostava de ir.
Por saber que iria ser único, por ser um músico português... Quero dizer com isto, que somos um povo que tem a mania que só o que existe lá fora é que é bom mas tu fazes a diferença.
És realmente muito bom no que fazes. És um orgulho para o país. És o homem dos 7 oficios como costumo dizer, porque não és apenas um grande cantor... É s muito mais! És único! :D
Espero que consiga estar presente nos próximos e que nos continues a presentear com boa música e que continues a ser tu.
São pessoas como tu que nos fazem sentir melhor com o país que temos...

Comentar post