Arquivos

Novembro 2012

Dezembro 2011

Janeiro 2011

Novembro 2010

Abril 2010

Março 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Março 2007

Twitter Feed


follow davidfonseca at http://twitter.com
Sábado, 26 de Abril de 2008

The Lightning and The Roar



Duas semanas depois do Coliseu de Lisboa, a normalidade volta lentamente aos dias...Foram momentos muito intensos, a preparação do espectáculo, os pormenores, os ensaios, as filmagens, tudo a uma velocidade vertiginosa e intensa. O mês que precedeu o dia 12 de Abril de 2008 pareceu uma montanha russa de acontecimentos e  pouco tempo deixou para blogs e afins. Não tirei uma única fotografia durante todo o processo, o que para um viciado em imagens como eu é algo surpreendente.




O concerto foi tudo aquilo que desejei e muito mais...arriscámos em muitas coisas e a resposta que tivémos dos presentes foi avassaladora. Apesar de termos estado no palco mais de duas horas, pareceu-me que tudo aconteceu num estalar de dedos...time flies when you’re having fun ! Vou guardar muitas coisas deste dia durante muito tempo, assim como muitos pormenores da preparação deste espectáculo. A sensação de apagar as luzes a deitar-me numa cama em pleno palco, as vozes em coro em temas que nem sequer estiveram no espaço radiofónico, quatro mexicanos com uma alegria contagiante, a viagem de metro que fizémos três dias antes do concerto envergando as roupas de um certo sonho que acabaria por acontecer em palco. Estas e muitas coisas que ainda hoje me vão ocorrendo nos momentos de silêncio, como se ainda houvesse muito dessa noite que ainda não emergiu na minha memória.

 

 



Obrigado a todos os que estiveram no Coliseu no dia 12 de Abril de 2008. Podiam ter ficado em casa a comer gelados ou a empilhar lenha, mas decidiram fazer a festa connosco. É algo que também não esquecerei.


Podem ver muitas e boas fotografias do dia aqui, aqui e aqui.


Entretanto a tour continua um pouco por todo o lado (consulta todas as datas AQUI) e tem sido uma surpresa constante. Já passámos por São Miguel e por Odemira e, no momento em que vos escrevo, estou a horas de mais um concerto em Aveiro. O calor que se fez sentir hoje deixa adivinhar uma festa logo à noite, este é um daqueles sítios que estava no meu mapa há muito tempo!


Deixo-vos com algumas coincidências e curiosidades dos últimos dias:

 

NANCY


Sentado no restaurante do hotel em S. Miguel para jantar, a música de fundo traz-me um som familiar. “Nancy (Let Your Hair Down For Me)” irrompe por um espaço que é normalmente ocupado pelos êxitos de sempre ou versões dos Beatles em Pan Pipes. A canção em causa está no disco “From Langley Park To Memphis” dos Prefab Sprout, o primeiro disco que ouvi da primeira à última canção. Apesar de datada e algo deslocada do tempo, ainda sei cada palavra da letra. No entanto, não faço ideia do que jantei nesse dia.


 

Dentro do avião para o continente, carrego na tecla RANDOM do leitor de MP3 e, à terceira música, eis o que surge. Não recomendável para quem tem medo de viajar de avião, o que não é o caso. Ouvi a canção até ao fim e repeti a dose.

 

E está quase na hora do palco, até já!

 

davidfonseca às 22:08
link